10 coisas para NÃO fazer na China

Todos os anos durante o Ano Novo Chinês nós da Royal Cargo comemoramos a data realizando a Semana Cultural Chinesa. Juntos imergimos sobre os mais importantes aspectos do país. 

Em 2020, nossos colaboradores foram divididos por departamento e, a cada dia, apresentaram curiosidades relevantes sobre o país, das mais variadas formas. Em especial, um tema chamou atenção. Muito mais importante do que saber o que fazer por lá, é ter certeza do que não fazer

1. Cartões de visita

Não devemos pegar cartões de visita com apenas 1 mão. Cartões de visita devem ser entregues e recebidos com as duas mãos.

2. Espaço pessoal

Cumprimente apenas inclinando a cabeça. No máximo, dê um aperto de mão, mas só se levantarem a mão primeiro. Sem abraço e três beijinhos, ok? O contato físico deve ser o mínimo possível.

3. Hora da janta

Não dê gorjetas. Nos jantares, sempre é o convidado que paga a conta e gorjetas são vistas como um insulto. Os lugares da mesa são demarcados de acordo com a posição das pessoas na empresa.

4. Hashis, os famosos “palitinhos”

Não aponte os “palitinhos” para alguém. Para comer, é preciso aprender a usar os hashis apropriadamente. Tome cuidado para não apontá-los na direção de outras pessoas porque isso é rude. Além disso, nunca deixe seus hashis espetados na comida, uma vez que isso lembra os incensos utilizados pelos chineses para honrar os mortos.

5. Assuntos polêmicos

Evite falar de política e movimentos sociais da China, por mais que você tenha curiosidade de como as coisas são por lá. Isso poderá deixar os chineses constrangidos. 

6. Silêncio é bom

Eles utilizam muito o silêncio, o que significa que estão refletindo. O silêncio pode ser interpretado como a busca de uma resposta mais adequada à situação. Não fique agoniado, nem pressione por uma resposta rápida.

7. Cuide com suas ações

Na China tudo é monitorado: locais públicos, hospitais, salas de aulas e muitos outros lugares. Até aquela sua tiradinha de “tatu” do nariz pode ser vista nas câmeras, então mantenha a educação e não perca a compostura.

8. Vida pessoal é importante

Não fique tímido: fale sobre a sua vida. Os chineses gostam de perguntar sobre a vida pessoal, pois sentem que isso cria confiança entre pessoas que estão se conhecendo.

9. Positividade é tudo

Os chineses não são diretos e objetivos, porque não acham legal deixar o outro constrangido, ou, como eles mesmos dizem, fazer a pessoa “perder a face”. Por isso, faça a mesma coisa e evite falar algo que irá prejudicar a harmonia do ambiente.

10. Traduza sempre

Se você não fala a língua local, não vá totalmente despreparado. A dica imprescindível de segurança na China é: baixe todos os aplicativos de tradução instantânea e mapas antes de ir. Assim você não se perde e vive melhor sua experiência no país.

Por fim, leve sempre em mente essas dicas e aproveite ao máximo essa ótima experiência. É uma oportunidade única para aumentar sua bagagem cultural e imergir na incrível cultura da China. 

Tem mais alguma dica ou quer compartilhar sua experiência? Deixe aqui nos comentários!

Leia mais:

China X EUA: impactos do acordo comercial

Cargas urgentes próximas aos feriados chineses: o que fazer?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *