top of page

A importância do Conhecimento de Embarque – BL

Você já ouviu falar no conhecimento de embarque, ou, Bill of lading?

Este é um documento de extrema importância quando falamos sobre importação e exportação, pois com ele você realiza os trâmites de liberação da carga.

Nele encontramos informações detalhadas de sua carga como, quantidade, peso, tipo de mercadoria, origem e destino e entre outros.

O BL, assim conhecido entre os atuantes do comércio exterior, é um documento que dará domínio sobre a carga àquele que estiver consignado.

Quando há um agente de cargas envolvido na operação, podemos observar o chamado Master Bill of Lading e House Bill of lading, mas qual a diferença entre eles?

Master Bill of lading (MBL) – É o documento principal emitido pelo armador.

House Bill of lading (HBL) – É o documento secundário emitido pelo agente de cargas para o exportador/cliente.

Mas por que e quando utilizar MBL/HBL?

Essa operação dependerá da necessidade e exigências do cliente, sendo utilizado para promover um maior auxílio na operação de ponta a ponta.

Lembrando que, mesmo que seja utilizado um agente de cargas na operação, não necessariamente haverá a emissão de um MBL/HBL. Cada operação possui suas particularidades que deverão ser analisadas de acordo com suas necessidades e exigências.

A liberação deste documento contempla modalidades e variam de acordo com a necessidade do cliente e negociação entre as partes.

Vamos aos exemplos:

Original na origem – Onde o BL será emitido no país de origem, e deverá ser enviado ao consignatário para efetuar a liberação da carga junto ao armador no destino.

Original no destino – O BL será emitido no país de destino, e deverá ser retirado pelo consignatário junto ao armador para liberação da carga.

Express Release ou Sea Waybill – Nessa modalidade não há emissão de documentos originais, sendo a carga liberada após o pagamento das taxas.

A modalidade de liberação pode variar também de acordo com o país de destino, pois alguns países possuem restrições de liberação onde não aceitam a modalidade Express release/Sea Waybill. A melhor forma de decidir qual modalidade escolher é entendendo a necessidade de seu cliente, as tratativas de negociação de pagamento, e claro, as exigências do país de destino.

Lembre-se de nos acompanhar, temos muito conteúdo de qualidade disponível em nosso Blog e nas nossas Redes Sociais.

Ficou com dúvida sobre o BL? Manda pra gente!

Obrigado por ler até aqui, aproveite e compartilhe!

Por: Rayssa Gomes – Analista de Exportação Marítima (https://www.linkedin.com/in/rayssags/)

Commentaires


bottom of page