top of page

<strong>O que é e como funciona a Armazenagem Alfandegada</strong>

Quando usada corretamente, a Armazenagem Alfandegada pode facilitar o trabalho da sua empresa, melhorar de forma sistemática a relação com os clientes, além de garantir a segurança de mercadorias durante o processo de desembaraço aduaneiro.

Você sabe como funciona um terminal alfandegado e quais as melhores estratégias para utilizá-lo? Clique no link e ouça o Podcast Teus&Tons #20 — Terminais Alfandegados (Zonas Secundárias). (link: https://www.youtube.com/watch?v=kOF0OP_oaL4)

Continue lendo para entender mais sobre Armazenagem Alfandegada!

Armazenagem Alfandegada: o que é?

Para simplificar, a Armazenagem Alfandegada se trata de um tipo de armazenagem realizada em um local específico para cargas que ainda não passaram por todos trâmites legais.

Isso significa que o terminal alfandegado irá receber as cargas, tanto de importação quanto exportação, que estão sendo controladas pela alfândega e ficarão ali até que a Receita Federal libere a mercadoria.

Para isso, a empresa deverá obter uma autorização para funcionar no regime alfandegado que deve ser concedida pela Secretaria da Receita Federal (SRF).

As cargas ficam guardadas nesse local até que tudo seja resolvido, de acordo com possíveis necessidades logísticas individuais de cada empresa. Por conta disso, a Armazenagem Alfandegada deve ser realizada sempre de forma personalizada e pensada caso a caso.

O local do armazém alfandegado irá oferecer uma estrutura completa para que haja a nacionalização da carga, além de realizar todos os outros trâmites e procedimentos necessários.

Tipos de Armazéns Alfandegados em Zonas Primárias

As Zonas Primárias são conhecidas dessa forma, pois são os primeiros contatos entre o território nacional e o exterior:

  1. Aeroportos

  2. Portos

  3. Pontos de fronteira

Tipos de Armazéns Alfandegados em Zonas Secundárias

Outros pontos alfandegados estão na Zona Secundária, que são locais sob controle aduaneiro onde não há contato direto entre o exterior e o território nacional.

  1. Portos secos

  2. Clia (Centro Logístico e Industrial Aduaneiro)

  3. Redex (Recinto Especial para despacho Aduaneiro de Exportação)

Sendo assim, é muito importante escolher um armazém com serviços especializados para cada carga, garantindo um melhor armazenamento, reduzindo riscos e otimizando custos no valor final.

Outra vantagem é que a Armazenagem Alfandegada simplifica a logística para que a mercadoria chegue ao destino com agilidade e da forma como foi previamente determinada. Pois há menos burocracia envolvida no processo, fazendo com que a carga seja liberada mais rapidamente.

Porém, é importante ficar atento pois não há uma fórmula mágica e definitiva para padronizar o desembaraço aduaneiro. Dessa forma, além de realizar um planejamento cuidadoso, os profissionais responsáveis pelo armazenamento devem estar preparados para contornar imprevistos.

Se você quer saber mais sobre Armazenagem Alfandegada e como ela pode ser um benefício para a sua empresa, entre em contato com a Royal Cargo do Brasil e descubra como podemos te ajudar.

Somos especializados em encontrar as melhores soluções para simplificar os processos relacionados ao comércio exterior.

コメント


bottom of page