top of page

Como ser mais efetivo ao cotar seus embarques com um Agente de Cargas?

Por Guilherme Ludtke Siebert

Recebemos diversas cotações durante nosso dia a dia e algumas vezes temos dificuldades para entender a necessidade do cliente, bem como que tipo de serviço e condições ele espera de nossa empresa. É muito comum a falta de informações nas cotações recebidas, o que pode acabar trazendo um problema para o cliente por conta de situações mal interpretadas.

Por conta disto e para facilitar o trabalho de todos os envolvidos no processo, abaixo segue algumas dicas de como solicitar as cotações para nossa equipe:

FCL (Container Full)

  1. Incoterm

  2. Porto de Embarque

  3. Porto de Descarga

  4. Equipamento (quantos e que tipo de Container?)

  5. Mercadoria

  6. Valor da mercadoria

  7. Frete (se tiver target)

  8. Free Time: (se houver necessidades específicas)

  9. Validade Necessária

  10. Observações Gerais

LCL

  1. Incoterm

  2. Porto de Embarque

  3. ​Porto de Descarga

  4. Peso

  5. Cubagem

  6. Qtd Volumes

  7. Mercadoria

  8. Valor da mercadoria

  9. Frete (se tiver target)

  10. Validade Necessária

  11. Observações Gerais

​Aéreo

  1. Incoterm

  2. Aeroporto de Origem

  3. Aeroporto de Destino

  4. Peso Bruto

  5. Cubagem

  6. Quantidade de Volumes

  7. Dimensões

  8. Mercadoria

  9. Valor da mercadoria

  10. Validade Necessária

  11. Observações Gerais

Lembrando que esse é o mínimo de informações que precisamos para seguir com a cotação. Quanto mais informação, mais fácil entender o que o cliente precisa. Para negociações mais específicas é interessante incluir também o volume envolvido (quantidade de ctnrs), frequência semanal (se tiver volume) e o peso da carga.​

Comentarios


bottom of page